O Estado de São Paulo e seu ICMS Ecológico.

O Estado de São Paulo cria a Lei nº 17.348, de 12 de março de 2021,altera a Lei nº 3.201, de 23 de dezembro de 1981, que dispõe sobre a parcela, pertencente aos municípios, do produto da arrecadação do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.

Essa lei modifica em prol dos Municípios Paulistas os critérios de repasse do ICMS, gerando a expectativa de que sejam transferidos cerca de R$500 milhões por ano para as prefeituras dos municípios paulistas, que deverão implementar, dentre outras, medidas relacionadas à conservação ambiental, restauração da biodiversidade, preservação de áreas protegidas, gestão de resíduos sólidos, abastecimento hídrico e desenvolvimento sustentável.

Imagem meramente ilustrativa.

Em caso de dúvidas contate-nos.

Clique aqui para cadastrar seu e-mail e receber nossas notícias.

Para acessar a integra das Leis e Normas basta clicar aqui e acessar nossa página de legislação e normas infra legais.

2 thoughts on “O Estado de São Paulo e seu ICMS Ecológico.

  1. Excelente iniciativa!
    Em estados, que já adotaram leis semelhantes, os resultados foram excelentes, em todas as áreas contempladas, pelas leis.. Parabéns aos responsáveis, pela lei e ao estado de São Paulo, que passa a oferecer aos municípios, oportunidade de remuneração por serviços de alta relevância, especialmente para sustentabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *